Home

A Motorola acabou de anunciar a nova versão de seu celular resistente a água, o Motorola Defy+ (versão nova do Motorola Defy).

E eu, como portador do primeiro modelo acabei me interessando pelo assunto, simplesmente por ser um Smartphone com uma tela razoável, resistência a riscos (graças a tela com a tecnologia Gorilla Glass, que promete resistência a arranhões e poeira), e resistente a água.

Apesar do modelo novo, não apresenta grandes novidades, vou citar algumas delas e também comentar sobre:

  • Melhora no processador, que passa de 800Mhz para 1Ghz:
    • Apesar dessa melhora, o antigo Defy conseguia essa melhora utilizando um programa para realizar overclock, para um modelo novo, a Motorola poderia ter pensado em utilizar um processador Dual Core, porém o gasto da bateria poderia aumentar consideravelmente.
  • O Defy+ virá com a versão 2.3 do Android (Gingerbread) enquanto os usuários do Defy devem se contentar com a 2.2 (Froyo).
    • Vir com um Android melhor pode até ser uma vantagem, afinal, com isso quem possui um Defy perde as esperanças de uma possível atualização, mas como ambos possuem especificações semelhantes, pode-se instalar o Gingerbread do Defy+ no Defy, através de instalações avulsas, não recomendado para usuários iniciantes.
  • Aumento da capacidade da bateria, que antes era de 1540mAh para 1700mAh:
    • Sim, por gastar muita bateria isso é algo realmente importante, mas o processador também ficou mais potente, logo não é de se imaginar que a duração da bateria irá durar mais, a menos pelo fato da versão 2.3.3 do Android ter um gerenciamento melhor da energia.
Bom, essas são as alterações mais importantes do Defy para o Defy+.
E vou também postar o que a Motorola poderia ter incluído no modelo novo:
  • Camera Frontal: Afinal, vídeo-conferência é algo que poderá ser utilizado pela grande massa, tendo em vista que os Smartphones estão se popularizando e diversos aplicativos de comunicação tem essa função.
  • Bateria mais potente: Se o processador deu uma melhorada de 25%, seria bom que a bateria acompanhasse essa evolução, logo uma bateria de pelo menos 1900mAh (sim, uma bateria com a capacidade da do Motorola Atrix seria ideal para nosso Pequeno e Resistente Defy+)
  • Processador Dual-Core: A moda dos aparelhos novos é ter processador mais potente, mas essa seria apenas para por o Defy em competição com os modelos novos, e manter-se na luta por mais tempo.
  • Entrada HDMI: alguns irão pensar, com todas essas inclusões, estou querendo transformar o Defy+ no Atrix, mas eu sempre pensei que um modelo novo do Defy seria um Atrix a prova d’água.
E fica por aqui as mudanças que poderiam ter ocorrido para as pessoas pensarem em trocar seu DEFY por um DEFY+.
Se você possui um Defy, não tem necessidade de adquirir o Defy+, mas se você pretende comprar um celular resistente, robusto e que caiba em seu bolso (não em questão de dinheiro, e sim em tamanho), o mais indicado é aguardar o lançamento do Defy+.
Vou também deixar um vídeo de apresentação do Defy+.
Vídeo e imagem retirados do site Gizmodo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s